Saraiva fura fila entre opções de velocidade e vira “desafogo” para ataque da Ponte
12/03/2018

Atacante de 19 anos conquista espaço com Gilson Kleina e ganha tempo de jogo com a camisa da Macaca; contra Botafogo, criou três boas chances e participou do segundo gol de Sheik.

Três boas oportunidades e participação direta no segundo gol de Emerson Sheik em 31 minutos em campo. O desempenho na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo credencia Felipe Saraiva a ganhar ainda mais espaço no elenco da Ponte Preta.

De última opção a presença constante nos segundos tempos, o jovem de 19 anos virou o “desafogo” do ataque alvinegro quando falta alguém incisivo pelas beiradas. Pouco menos de dois meses após sua estreia entre os profissionais, ele furou a fila e deixou para trás a concorrência de Maranhão, Claudinho e Luis Alí, que chegaram como reforços.

Maranhão e Claudinho, por exemplo, já tiveram uma sequência como titulares. Até mesmo Negueba, hoje afastado, começou uma partida. A vez de Saraiva vai chegar, mas Gilson Kleina ainda trata a revelação alvinegra com um cuidado especial.

“O garoto entrou bem, mas preciso falar com o torcedor. Estamos preparando esse garoto, ele ainda não tem um lastro físico. Se ele começa jogando, talvez tem que tirar no intervalo. Então passa a ser o nosso desafogo. Está começando a encorpar, vem sendo incisivo – disse Kleina.”

A primeira chance de Saraiva foi em 25 de junho, na derrota por 2 a 1 para o Palmeiras. De lá para cá, entrou em nove jogos. A vez que mais ficou em campo foi justamente diante do Botafogo. E ele aproveitou o tempo. Teve chance clara de marcar aos 15 minutos, quando recebeu de Lucca. Também levou perigo aos 16 e aos 21. Em todas elas, parou em grandes defesas de Jeferson.

Sem desistir, contribuiu ao dividir no alto com Wenderson antes de a bola sobrar para Sheik bater de fora da área e garantir o resultado positivo, aos 42 minutos do segundo tempo. Para coroar sua ascensão com a camisa alvinegra, Saraiva agora busca o primeiro gol.

– Fico feliz de estar sempre entrando e ajudando a equipe. Quase consegui marcar neste fim de semana, também tive oportunidade contra o Palmeiras, mas foi por pouco. Uma hora vai entrar, sei que virá no momento certo – comentou o atacante.

Com Lucca suspenso por três cartões amarelos, Saraiva passa a ser um dos candidatos a substituir o artilheiro contra o Botafogo, domingo, às 16h, no Majestoso. A tendência é que Léo Gamalho fique com a vaga, mas, se o treinador preferir uma opção de velocidade, existe a possibilidade de Saraiva aparecer entre os titulares.